Academia Mato-Grossense de Ciências Contábeis

Cadeira nº 35

CRCMT 16

Nascido em 13/02/1916, em Corumbá/MS. Filho de Izidoro Gonçalves Preza e Patrocinia Mercedes Preza. Veio para Cuiabá aos 4 anos de idade.
Casado com Ana Nunes de Figueiredo Preza, com quem viveu 66 anos de casados com muito amor, respeito, e teve 09 (nove ) filhos, e 24 (vinte e quatro) netos.
Seus filhos: Elnita Preza Nogueira;   Ernane Figueiredo Preza;  Elzita Amélia Preza Daltro; Eudes Maria Preza Figueiró; Vera Lúcia Preza Borges; Anelise Mercedes Preza de Arruda;    Elita Aparecida de Figueiredo Preza; Deise Maria de Figueiredo Preza e Cilce Helena Preza Bertin.

Fez parte da primeira turma de pilotos da Escola de Aviação do Aero Clube de Mato Grosso.
Foi Oficial da Reserva do Exército Brasileiro.
Fez parte da primeira turma de Advogados, formados pela antiga Faculdade de Direito de Cuiabá.
Contador formado pela Escola Técnica de Comércio de Cuiabá, diplomado em 16/12/1944.
Foi Contador consagrado, tendo sido Presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso – CRCMT, gestão 1961/1962. Foi Conselheiro do CRCMT nas décadas de 1950 e 1960.

Atuou no Cargo de Delegado Fiscal do Tesouro Nacional.
Aposentou-se como Auditor Fiscal da Receita Federal.
Depois de sua aposentadoria, continuou trabalhando, assumindo como Inspetor Geral do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso.
Consultor Jurídico da Assembleia  Legislativa.
Assessor Financeiro do Projeto Ambiental de Mato Grosso, Rondônia e Mato Grosso do Sul da UFMT.
Concluindo, Elpídio Gonçalves Preza, foi Contador, Advogado, Aviador, Militar, atleta de futebol (Americano Futebol), pescador, pé de valsa, servidor público e, principalmente, amigo.

Preza, como era chamado, só detestava uma única coisa: a máquina de calcular. Para ele os cálculos tinham que ser feitos à mão, de cabeça, sem qualquer auxilio da máquina. Ele foi muita coisa e desempenhou várias atividades. Mas tornou-se benfeitor de Cuiabá, sobretudo, pela maravilhosa família que soube construir.