Academia Mato-Grossense de Ciências Contábeis

Cadeira nº 45. – CRCMT 310 – Diplomado Contador pela Escola Técnica de Comércio de Cuiabá.

Nasceu na cidade de Andaraí-BA, aos 11 de novembro de 1922. Filho de Júlio Marques de Leão e de Emília Ferreira Leão.

Seu primeiro contato com Mato Grosso foi quando, aos dez anos, acompanhou seu pai a Guiratinga. Um ano depois, em 1933, sua família se mudou para a mesma cidade, á época denominada Lajeado.

Seus estudos foram realizados inicialmente em Guiratinga e complementados no Liceu Salesiano São Gonçalo, em Cuiabá. Em 1938, deixou Mato Grosso rumando para o Rio de Janeiro a fim de complementar seus estudos de admissão e propedêutico de comércio no instituto Lafayette. Quando estava cursando o segundo ano do atual ensino médio, foi convocado a prestar serviço militar em Cuiabá.

Do 16° Batalhão de Caçadores, recebeu o diploma de oficial da reserva, sendo que na.

Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito de Mato Grosso, colou grau em 1961.

Foi Procurador Fiscal da Prefeitura Municipal de Cuiabá, durante a gestão de Emílio Vuolo.

Secretariou a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Mato Grosso durante muitos anos e foi seu Presidente no biênio 1978-1979.

No âmbito do Magistério, foi professor de Geografia Humana do Brasil, Prática Jurídica Geral, Comercial e Mecanografia, junto á Escola Técnica de Comércio Cuiabá.

Ocupou o cargo de Promotor de Justiça ad-hoc em Corumbá.

Na esfera literária, fundou o Grêmio Literário Lamartine Mendes, ao lado de Benedito Santana da Silva Freire, Wlademir Dias Pino, Augusto Mário Vieira, Alberto de Oliveira, Newton Alfredo.

Buscando tornar mais conhecida suas produções literárias, participou, com Leal de Queiroz, Otoniel Silva e outros jovens, da festa dos Novos, promovida pela Academia Mato-Grossense de Letras.

Colaborou junto aos periódicos Folha Literária, o Arauto de Juvenília, Sarã, Sacy, Espelho, A Capital, Folha do Povo, Novo Mundo, O Momento, O Estado de Mato-Grosso, O Social Democrata, e Mato Grosso Ilustrado, Mato Grosso e O Roteiro, do Rio de Janeiro. Dirigiu a Tribuna Acadêmica 8 de Abril, em Cuiabá.

Fundou em Cuiabá e superintendeu o jornal Ganga, em parceria com João Antonio Neto e Rubens Mendes de Castro.

Filiou-se à Casa Humberto de Campos de Guiratinga.

Faleceu em Cuiabá, no dia 22 de fevereiro de 1983.

Obras publicadas

  • O canto-mensagem (poesia),
  • Herói sem troféu e outras crônicas,
  • Maria Taquara e outros poemas,
  • Sonetos,
  • Três Escolas Econômicas.